Undime MG participa de solenidade de entrega do primeiro Prêmio Heley da Educação

30 nov por Undime MG

Undime MG participa de solenidade de entrega do primeiro Prêmio Heley da Educação

ouvir

A Undime MG participou da solenidade de entrega do Prêmio Heley de Abreu Silva, ocorrida na sexta-feira dia 25/11, no auditório do Tribunal de Contas de Minas Gerais, quando o Conselho Estadual de Educação de Minas Gerais (CEE-MG) homenageou profissionais que, por meio de ações efetivas, impactaram o ensino no estado. Na ocasião, a Undime MG foi representada pela Professora Suely Duque Rodarte – Diretora Executiva, quando seis medalhas foram entregues e marcaram a primeira edição do Prêmio.

Cinco medalhas foram entregues a indicados dos Conselheiros do CEE e uma – a medalha de honra alusiva ao mérito – entregue a Luiz Carlos Batista, viúvo da professora Heley de Abreu Silva Batista. Na ocasião a Professora Suely Duque Rodarte entregou a medalha à Professora Zuleica Reis Ávila e destacou a alegria em poder participar da homenagem, “o prêmio é uma iniciativa louvável e todos os escolhidos tem uma marca de dedicação e competência na trajetória da educação mineira. Poder entregar a medalha à Professora Zuleica me enche de alegria, pois sou profunda admiradora do trabalho dela”, destacou Suely.

AGRACIADAS

Professora MAGDA BECKER SOARES

Pela Câmara do Ensino Fundamental, indicada por sua Vice-presidente, Conselheira Lina Kátia Mesquita de Oliveira.

Professora NILIANA RENATA MIRANDA CAMPOS

Pela Câmara do Ensino Médio, indicada por sua Presidente, Conselheira Girlaine Figueiró Oliveira.

Professora MARIA ISABEL MAGALHAES FIGUEIREDO SOBREIRA

Pela Câmara do Ensino Superior, indicada pela Vice-presidente do CEEMG, Conselheira Jussara Maria de Carvalho Guimarães.

Diretora ZULEICA REIS ÁVILA

Pela Câmara de Planos e Legislação, indicada por seu Presidente, Conselheiro Emerson Luiz de Castro.

Servidora ENILDA COSTA FAGUNDES

Pelo Plenário, indicada pelo P residente do CEEMG, Felipe Michel Santos Araújo Braga.

PROFESSORA HELEY DE ABREU SILVA BATISTA – PROFESSORA HEROÍNA

A premiação leva o nome da professora Heley de Abreu Silva Batista, que em um ato heróico impediu a morte de diversas crianças numa creche em Janaúba, no Norte de Minas, após um incêndio criminoso em 2017. A educadora, infelizmente, morreu tentando salvar as crianças, mas sua determinação e bravura reverberam para toda a sociedade. 

Professora HELEY DE ABREU SILVA BATISTA, foi uma professora mineira, nascida na cidade de Montes Claros/MG em 12 de agosto de 1974, filha de Valda Terezinha de Abreu e José Rodrigues da Silva. Mudou-se para Janaúba, cidade também norte mineira ainda muito nova. Com pouco mais de 20 anos, casou-se com Luiz Carlos Batista e desta união, nasceram quatro filhos.

Formada em pedagogia, Heley começou a trabalhar há alguns anos como professora municipal em Nova Porteirinha, município onde residia, sendo este separado de Janaúba pelo Rio Gorutuba. Inicialmente, trabalhou na zona rural, numa comunidade chamada Dengoso. Depois, trabalhou na Escola Estadual Luzia Mendes, e posteriormente começou a trabalhar na creche Gente Inocente, no Bairro Rio Novo, em Janaúba, fazendo aquilo de que mais gostava: dedicar-se às crianças.

Também fez curso de Especialização em Educação Inclusiva, buscando conhecimento na área da inclusão de pessoas com deficiências. Uma de suas maiores bandeiras na educação era a da inclusão social e infantil. Propunha métodos, buscava gerar interação entre alunos mais tímidos e era conhecida por ser extremamente amável com cada um deles.

Heley reuniu muitos adjetivos ao longo de sua carreira de professora, ditos com muita propriedade e emoção pelas suas colegas de trabalho: muito prestativa, dedicada, responsável, competente, era uma pessoa excelente, muito companheira, era uma pessoa exemplar, amiga de todos os momentos, das horas boas e das horas difíceis também, adorava o que fazia, nasceu para ser professora. Fazia o que mais gostava:

“Dedicar-se às crianças”

E assim, também faleceu, aos 43 anos, na manhã do dia 5 de outubro de 2017, quando o vigia noturno da creche, invadiu a sala de aula portando um recipiente com combustível e ateou fogo às instalações, em várias crianças e em si. Heley protegeu as crianças com o auxílio de outras duas funcionárias, Jéssica Morgana e Geni Oliveira (que também faleceram). A pedagoga chegou a entrar em luta corporal com o criminoso para impedir que continuasse o ataque, e depois ajudou a retirar as crianças feridas.

INSTITUIÇÃO DO PRÊMIO HELEY DE ABREU SILVA BATISTA

O Conselho Estadual de Educação de Minas Gerais – CEE/MG, conforme RESOLUÇÃO CEE Nº 491, de 26 de abril de 2022 e PORTARIA CEE Nº 12, de 29 de abril de 2022, instituiu o Prêmio Heley de Abreu Silva Batista, de Educação e estabeleceu o regulamento para sua premiação que ocorreu em uma seção solene no dia 25 de novembro de 2022.

A escolha das agraciadas, cujas ações e trajetórias de vida possuam um especial destaque na defesa e promoção da Educação, em Minas Gerais. Foi efetivada mediante indicação e posterior votação interna nas Câmaras e depois apreciação e votação também no Plenário, ou seja, em instâncias de indicação do próprio CEE/MG, ou seja:

I – Câmara do Ensino Fundamental; 

II – Câmara do Ensino Médio; 

III – Câmara do Ensino Superior; 

IV – Câmara de Planos e Legislação; 

V – Plenário,

A Premiação será a Concessão de diploma de Menção Honrosa, com outorga de medalha alusiva ao mérito, em Sessão Solene presidida pelo Presidente do CEE/MG, Felipe Michel Santos Braga e Vice-Presidente Jussara Maria de Carvalho Guimarães.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

YouTube
Instagram
WhatsApp